O plágio no ensino superior. Uma questão de integridade?

Galeria

Uma leitura útil para refletir sobre o plágio e o «copianço» na universidade, através de uma abordagem reflexiva para fazer face a um problema que se instalou, de facto no ensino superior, e que tem consequências na efectiva aquisição de … Continuar a ler

Writing Scientific Papers, um recurso útil para ajudar na publicação de artigos

Um recurso muito útil para qualquer investigador que queira ver o seu trabalho publicado em revistas de referência.Para ter acesso a dicas selecione Writing Scientific Papers e encontra informação útil, ideias e até a estrutura a que deve obedecer na preparação de um artigo para submeter à apreciação de pares e posterior publicação em revistas científicas.

Scientific papers typically have two audiences: first, the referees, who help the journal editor decide whether a paper is suitable for publication; and second, the journal readers themselves, who may be more or less knowledgeable about the topic addressed in the paper. To be accepted by referees and cited by readers, papers must do more than simply present a chronological account of the research work. Rather, they must convince their audience that the research presented is important, valid, and relevant to other scientists in the same field. To this end, they must emphasize both the motivation for the work and the outcome of it, and they must include just enough evidence to establish the validity of this outcome.

Papers that report experimental work are often structured chronologically in five sections: first, Introduction; then Materials and Methods, Results, and Discussion (together, these three sections make up the paper’s body); and finally, Conclusion.
  • The Introduction section clarifies the motivation for the work presented and prepares readers for the structure of the paper.
  • The Materials and Methods section provides sufficient detail for other scientists to reproduce the experiments presented in the paper. In some journals, this information is placed in an appendix, because it is not what most readers want to know first.
  • The Results and Discussion sections present and discuss the research results, respectively. They are often usefully combined into one section, however, because readers can seldom make sense of results alone without accompanying interpretation — they need to be told what the results mean.
  • The Conclusion section presents the outcome of the work by interpreting the findings at a higher level of abstraction than the Discussion and by relating these findings to the motivation stated in the Introduction.

introduction_335x276_2_1

Repositório para acesso a milhares de documentos científicos

transferir

O RCAAP é um portal agregador (meta-repositório) dos documentos depositados nos vários repositórios institucionais existentes em Portugal e no Brasil. No RCAAP são reunidos e indexados não só a descrição (metadados) mas também o texto integral.

O portal funciona como um ponto único de pesquisa, descoberta, localização e acesso a milhares de documentos de carácter científico e académico, nomeadamente artigos de revistas científicas, comunicações a conferências, teses e dissertações, distribuídos por inúmeros repositórios portugueses, incluindo das principais unidades de investigação e/ou universidades. A lista dos repositórios agregados no portal pode ser consultada no Directório.

Para encontrar documentos fazer pesquisa AQUI.

O que é o RCAAP?

Vídeo sobre RCAAP reportagem

Um artigo com dicas para escrever artigos científicos

Um formato para artigos científicos em ciências sociais, é uma compilação de dicas para ajudar na redação de artigos. O autor, Guilherme Nobre, justifica o texto como um incentivo «a que jovens investigadores ibero-americanos escrevam e publiquem mais artigos científicos, apresenta-se o Position Short-Paper (PSP): um protocolo para guiar a forma e o conteúdo na escrita de cada seção de um artigo científico». Para ler na íntegra na Plataforma Barómetro Social.

Aprender a fazer investigação com método

metodologia

Metodologia de Investigação em Ciências Sociais e Humanas: Teoria e Prática, da autoria de Clara Coutinho, é um livro útil para todos os alunos do ensino superior e investigadores que pretendem desenvolver um bom trabalho de investigação. Inclui informação sobre abordagens metodológicas quantitativas, qualitativas e mistas e até um capítulo sobre a redação de relatórios. Contém exemplos práticos e desenvolve orientações para a aquisição de competências de análise, espírito crítico e tomada de decisão. A obra já se encontra disponível nos serviços de biblioteca do ISVOUGA.

Listas de revistas na área das Ciências da Comunicação

Uma tabela  de revistas científicas na área da comunicação está disponível AQUI. Inclui informação do indicador Qualis. Dados de 2012.

Uma outra listagem, realizada por João Canavilhas, da Universidade da Beira Interior, permite verificar o nome da revista, onde estão indexadas internacionalmente e qual a classificação  na Qualis ( Sistema de Avaliação e Qualificação de Periódicos,Ciências Sociais Aplicadas I) e no CIRC: Clasificación Integrada de Revistas Científicas. Aceder ao documento em Jornalismo Multimédia, de João Canavilhas.

Duas ferramentas úteis para investigadores.

Recursos úteis para a elaboração de trabalhos académicos

Em Guía para la elaboración de artículos científicos, tesis, trabajos de investigación, citas bibliográficas y recursos electrónicos encontram-se ligações para uma série de recursos úteis para a escrita científica e académica.

Destaque para o Manual de Redação, de José Mutt, o manual de escrita para as ciências sociais, de Howard Becker, informação sobre as normas APA e até a referência a como citar recursos eletrónicos. A informação está em espanhol.

Docente do ISVOUGA publica livro

Galeria

Esta galeria contém 1 imagem.

O docente da Licenciatura em Engenharia da Produção Industrial do ISVOUGA, Nuno Calçada Loureiro, publicou o livro “Sustainable Automotive Compontes for interior parts: A case Study”. A obra publicada pela LAP, Lambert Academic Publishing, reflecte o trabalho de quatro anos no desenvolvimento de componentes biodegradáveis … Continuar a ler

Os trabalhos escritos no ensino superior

Image
Todos os anos alunos que chegam ao ensino superior enfrentam a dificuldade de desenvolver um trabalho académico. O primeiro embate é com a pesquisa. O que pesquisar e onde são um drama. Tanto para os que querem de facto fazer algo consistente e não sabem como filtrar e tratar a informação recolhida, gerando a ansiedade e a dificuldade de gerir o tempo, como para quem opta pelo facilitismo e procura toda a informação na internet e decide entregar uma compilação de pedaços de texto copiados de diversas proveniências, mas que no final, na maioria das vezes, não representam a aquisição de conhecimentos novos e de real aquisição competências tais como: capacidade de pesquisa, seleção de informação, aplicação de pensamento crítico e, claro está, desenvolvimento do trabalho baseado em princípios éticos.
Deste modo, vão começar a ser disponibilizados alguns artigos e ligações úteis que possam ajudar no desenvolvimento de pesquisas, orientar na elaboração de referências bibliográficas e, acima de tudo, a saber filtrar e escolher fontes de informação credíveis.